[Resenha][carousel][5]

domingo, 6 de agosto de 2017

|Resenha| Os Últimos Dias - Bela Dias

17:52:00
OS ÚLTIMOS DIAS BELA DIAS
Olá, tudo beleza por ai?

Hoje, a resenha é sobre o livro Os Últimos Dias da autora nacional Bela Dias, publicado em 2016 pela Editora Novo Século.

Nesta obra, nós vamos conhecer Rachel e Gabriel, uma adolescente e uma criança que tem o diagnostico da leucemia como fator comum. 

Rachel é a garota intermediária da escola, já que ela não se destaca com nada. Com isso, ela não tem amigos, e muito menos participa de algum grupinho. Mas, quando ela descobre que tem leucemia, todos os rostos de pena e dó passam a metralhar a garota que nunca quis esse tipo de atenção. Depois de algum tempo, Rachel passa a viver no hospital, e lá ela conhece Gabriel. 

Gabriel é um garotinho de apenas 6 anos, que teve o mesmo diagnóstico que ela, e que vai se tornar melhor amigo da garota. 

Gabriel nunca tira seu sorriso do rosto, e eles passar a tirar alegria de toda a rotina desgastante do hospital. Os remédios, exames, consultas passam a ser mais alegres, pois os dois fazem tudo juntos. Seus últimos dias agora são carregados de diversões e a esperança que nunca morre. 

OS ÚLTIMOS DIAS BELA DIAS


O livro Os Últimos Dias é bem curto, já que tem apenas 128 páginas em uma fonte grande, Li a obra em poucos minutos, mas ela tem uma mensagem muito forte e emocionante. 

É um livro infanto-juvenil, mas deve ser lido por todos pela carga esperançosa que carrega. Rachel é uma garota muito forte, que abraça Gabriel com todas as suas forças e faz de tudo para que seus dias sejam especiais. Imagina ter 6 ou 16 anos e saber que pode morrer a qualquer momento? 

Senti falta de um pano de fundo para a história, mas acredito que foi proposital uma história rápida e sucinta sobre os reais últimos dias daquelas crianças. É uma história feita para emocionar. 

A diagramação está ótima, com um detalhe que eu achei o máximo: todos as palavras dias estão grifadas no livro. O significado disso nunca é explicado e faz com que a gente pense sobre o que os nossos dias estão significando em nossas vidas, entende? Amei! 

A capa está linda, assim como a revisão de qualidade. Adorei a história linda com a escrita leva da Bela Dias. Recomendo para quem gosta de protagonistas infantis, e histórias emocionantes. 

Até mais! 

OS ÚLTIMOS DIAS BELA DIAS
Título: Os Últimos Dias
Autora: Bela Dias
Editora: Novo Século 
Páginas: 128
Sinopse: O tempo é algo subjetivo. Ele pode ser infinito para alguns e efêmero para outros. No entanto, uma coisa é certa: todos nós temos nosso tempo. E o de Raquel e Gabriel está acabando, pois ambos foram diagnosticados com leucemia. Ela tem 16 anos e ele, 6. Apesar da diferença de idade, ao se conhecerem no hospital, os dois rapidamente se tornam melhores amigos. Juntos, descobrem como aproveitar seus últimos dias, em meio a tantos tratamentos, remédios, dores, exames e olhares piedosos, tornando a dura e triste rotina do hospital um pouco mais divertida. Seja com uma coleção de pores do sol, observando formatos de nuvens, assistindo a desenhos infantis ou lendo O Pequeno Príncipe , mas, principalmente, acreditando que em todo fim existe um novo começo.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

|Resenha| Morte na Flip - Paulo Levy

16:18:00
Morte na Flip Paulo Levy
Olá, tudo beleza por ai?

Nesta última edição da Feira Literária de Paraty, um autor que estava escalado para um dos eventos, desmarcou pois sofreu ameaças de morte na feira. Sabendo disso, lembrei que seria uma ótima oportunidade para publicar a resenha de Morte na Flip, essa porém na Festa Literária Internacional de Palmyra. 


A FLIP está acontecendo em Palmyra. O delegado Joaquim Dornelas sente que grandes festas, são um prato cheio para grandes crimes. Ao presenciar um pequeno barco tomar rumo ao mar durante a noite, já que esse tipo de passeio é feito durante o dia, ele sente que terá muito trabalho. Ao deixar a sua equipe avisada sobre as suas suspeitas, ele volta para casa e dorme.

No meio da madrugada, Dornelas é acordado com um chamado: Um gringo foi assassinado, e provavelmente ele estava aqui por causa da FLIP. As indagações sobre o porquê da morte não param de atormentar o delegado, além disso, ainda tem a imprensa que está de olho em qualquer coisa que possa manchar a festa.

Tudo fica pior quando Dornelas descobre que o turista na verdade é uma mulher, uma famosa escritora best-seller de chick-lit. O que teria feito uma escritora de chick-lit para ser assassinada de forma brutal? 

Já conheço a escrita do Paulo Levy, no seu primeiro livro sobre Joaquim Dornelas, Réquiem para um assassino (leia a resenha) que gostei bastante. Em Morte na Flip nós temos uma nova aventura do delegado Dornelas, porém é uma história independente que pode ser lido primeiro.

Estava esperando muito deste livro, e ele supriu todas as minhas expectativas, e um pouco mais. Dornelas é um policial inteligente e astuto, com um faro longínquo e uma dedução espetacular. Um personagem forte e perspicaz, que além de bom profissional, é bom pai, bom dono do seu cão Lupi, e está sem mostrando um bom namorado para Dulce Neves, médica-legista. Um prato cheio. 

A trama me chamou a atenção para se tratar de um evento literário, fiquei imaginando como o autor inseriu o mistério dentro daquele clima alegre e cult do evento. E ele me entregou uma história cheia de mistérios e reviravoltas. O delegado é muito intuitivo e vê a culpa, por trás de qualquer personalidade.

Além disso, os personagens secundários também são criados para atuar, e cada um tem sua importância na trama. Por este motivo, todas as partes se unem e temos um desfecho consistente.

Não é um livro policial cheio de ação e cenas com sangue para todos os lados, mas é uma trama inteligente e bem escrita, onde a cada descoberta eu me vi extasiado. A obra também traz uma evolução do romance de Dulce Neves e Dornelas, onde o homem assume que está apaixonado e vivendo um romance.

Assim como a primeira obra do autor, Morte na Flip tem uma mistura de gêneros que viaja desde o romance até o mais rústico policial. 

A edição está bem trabalhada com uma diagramação simples e folhas brancas (💔) e uma capa que tem tudo a ver com a trama. A revisão está excepcional. 


Titulo: Morte na Flip
Autor: Paulo Levy
Editora: Bússola
Páginas: 272
Sinopse: Uma nova aventura do delegado Joaquim Dornelas​ vai começar a Flip–Festa Literária Internacional de Palmyra, um dos eventos literários mais charmosos do mundo. Na décima edição da festa e com a cidade cheia, o delegado Joaquim Dornelas está dividido entre a alegria e a preocupação. Para ele, quanto mais gente e mais festa, maior a chance de confusão. E é claro que o inesperado acontece, momentos antes do show de abertura: Dornelas se vê diante de uma cena que põe a si mesmo e a sua equipe, em estado de alerta. Um crime é cometido no início da madrugada. Pressionado pelo chefe e pela imprensa, nesta nova e saborosa aventura, Dornelas se vê envolvido numa complexa rede de fatos e intrigas que procuram desviar o rumo da investigação e confundir a polícia. Embalado por sua amizade colorida com Dulce Neves, por doses de sua cachaça favorita, por seu empenho como pai à distância e por seu mingau de farinha láctea, o delegado Joaquim Dornelas mais uma vez usa de aguçada intuição e incrível faro policial para desvendar mais um complicado crime.​

terça-feira, 1 de agosto de 2017

[TOP COMENTARISTA] Agosto • 2017

19:32:00

Olá, tudo beleza por ai?

Pela primeira vez, em quase 4 anos, nós vamos ter um top comentarista! Yaah! 

Top Comentarista - Agosto 2017

Dessa vez, o promoção será valendo um exemplar de Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara e um kit de marcadores, mas ao decorrer do tempo, e dependendo da interação de vocês, vamos aumentando as ofertas. 

Optei pelo método tradicional, onde quem mais comentar leva o kit, e se houver empate, um sorteio será realizado


REGRAS DE PARTICIPAÇÃO
► Estar seguindo o blog no GFC (Google Friend Connect) e curtindo a página no facebook; 
► Ter endereço de entrega no Brasil; 
► Confirmar a participação, e deixar o nome e email neste post; 
► Comentar nos posts publicados entre 01/08/2017 á 31/08/2017. 

PONTOS IMPORTANTES
► O resultado será exibido em um post até o dia 10/09, onde será liberado uma nova promoção.
► O ganhador deverá responder o e-mail em até dois dias, caso isso não aconteça o prêmio será entregue a segundo colocado.
► O blog não se responsabiliza por extravios, danos ou problemas devidos á endereço incorreto. 
► O prêmio será enviado em até 45 dias úteis. 

Espero que gostem e participem! 

domingo, 23 de julho de 2017

|Resenha| Enfynie - A Outra Dimensão - Patrícia Fagundes

21:57:00
Resenha enfynie de patricia fagundes

Olá, tudo beleza por ai?

Hoje, a resenha que eu trago para vocês é do primeiro livro da trilogia Enfynie, com titulo de Enfynie - A Outra Dimensão, recebido de parceria com a autora Patrícia Fagundes.


Enfynie - A Outra Dimensão é uma fantasia que vai nos apresentar a garota Natasha Fernandes, que mora em uma apartamento com seus pais e seus irmãos, e vive trancafiada dentro do quarto guardando sua vida mesquinha para si própria. Ela é uma menina extremamente mimada e antipática, porém não segue o exemplo dos pais que são amorosos. Natasha tem uma vida pacata, entretanto tudo muda quando um dragão de olhos flamejantes cruza o seu caminho. Literalmente. A garota está andando de bicicleta quando uma luz incomoda sua visão, e ela acaba achando a miniatura de dragão no meio da rua, meio que enfeitiçada pelo bicho, ela leva-o pra casa.

"- Ah, uma estátua de dragão, dourada, com os olhos vermelhos.
- É de ouro? - a irmã perguntou.
Por que não levou direto pra Associação de Moradores do condomínio? - Paula relembrou, pois sempre ensinara os filhos a devolver aquilo que achassem no chão. Nunca pegarem para si."

O dragão é um amuleto e após uma noite de sono, a garota é transportada para uma dimensão paralela chamada Enfynie, que ela nunca ouviu falar, ou jamais foi conhecida por outro humano. 
Enfynie é um planeta dividido em 10 áreas de espécies diferentes. Gar, Área 5, é o destino da menina, que atordoado precisa entender o que ela está fazendo naquele planeta distante, e principalmente como sair de lá. 

Assim que Natasha chega ao planeta, conhece Onglier, um Reyat que se comunica através do olhar. Onglier não faz parte da Área 5, mas está ali pois está estudando para ser sacerdote. Através dele, Natasha conhece Dhag, rei da área, e Thier, sua filha princesa. 

Resenha enfynie de patricia fagundes

Depois de todo o castelo conhecer a situação da garota, eles vão de encontro a dragão fêmea E'rien, uma espécie de oráculo, para saber como enviar de volta a garota. Porém, a resposta da deusa é enigmativa, e diz que Natasha teria que conquistar seu espaço em Enfynie, e ser reconhecida por todas as espécies através de provações. 

A partir disso, acabam as regalias de visitante no castelo, e Natasha passa a ter aulas do idioma local, história do planeta, além de serviços gerais no castelo e babá da princesa, afim de conquistar o reconhecimento dos Norgs. Assim, a garota segue em uma jornada de conquista de reconhecimento pelas dez áreas de Enfynie, com o grande objetivo de voltar para a sua família, nisso ela viaja entre rios e desertos, enfrentando Tamurs e Trishis, além de ter de conviver desde nômades á canibais. 

Resenha enfynie de patricia fagundes

Então, a Patricia Fagundes escreveu um ótimo livro. A escrita da autora é bem leve, porém detalhista. A trama criada por ela é bem estruturada e com certeza tem potencial para uma trilogia. Enfynie não é um planete que surgiu do nada, como alguns autores fazem e nos empurram guela a baixo. Patricia nos faz viajar desde a formação do planeta, toda a sua história, características de suas áreas, além do idioma próprio, tudo isso envolvido na história. 

A história é muito cativante. Confesso que adiei muito a leitura do livro devido ás suas 430 páginas, porém a leitura correu em dois dias que passaram correndo. A autora descarregou na obra todos os seus dons, e se mostrou uma excelente escritora, maravilhosa desenhista devido as ilustrações no decorrer do livro, afinadíssima cantora já que criou melodias para a trama e eximia comunicadora já que criou uma incrível história em terceira pessoa. 

Entre todas essas boas características, Natasha com certeza é a erva daninha. Apesar de estarmos com ela á toda instante, essa protagonista é incrivelmente chata e resmungava a todo instante.

Resenha enfynie de patricia fagundes


Resenha enfynie de patricia fagundes

A revisão da obra é de partir o coração. A editora economizou recursos no trabalho editorial desse livro, e o resultado foi um exemplar cheio de erros, e até um parágrafo faltando. A autora enviou uma folha á parte com errata para que fosse feita a leitura. Estou decepcionado com o trabalho editorial depois desse livro. Graças á Deus, que a história conseguiu superar esse ponto de declínio.

Porém, uma edição nova, sem erros, está a venda pelo e-mail enfynie@gmail.com, ou pela loja virtual AQUI. A culpa da má edição não foi da autora, e o reflexo não deve cair sobre ela. 

Recomendo á leitura para qualquer amante de fantasia, com direito á realidade paralela, acredito que seria uma prato cheio para os fãs de George Martin e Tolkien.  

Estou ansioso para o próximo livro da trilogia Enfynie. Até mais!

Enfynie - A Outra Dimensão - Patrícia Fagundes
Titulo: Enfynie
Trilogia: Enfynie
Autora: Patrícia Fagundes
Gênero: Fantasia
Páginas: 432
Editora: Novo Século - Selo Talentos da Literatura Brasileira
Sinopse: Natasha Fernandes era uma menina comum, de vida confortável e monótona, até encontrar um misterioso amuleto, que mudaria drasticamente sua realidade. As fantasias que ela imaginava existir somente em fábulas se tornam realidade: o amuleto abre uma passagem que a conduz abruptamente para outro mundo. Agora, em outra dimensão, Natasha tentará ser firme, e manter as esperanças de um dia retornar, e novamente encontrar sua família e seus amigos. Enquanto isso luta para sobreviver aos perigos e desafios existentes em Enfynie, um planeta em outra dimensão repleto de vida inteligente e criaturas fantásticas.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

|Resenha| Casada Até Quarta - Catherine Bybbe

06:00:00
Casada Até Quarta Catherine Bybbe

Olá, tudo beleza por ai?

Hoje, nós temos a resenha do romance Casada Até Quarta que fala sobre casamento de fachada.

Casada Até Quarta é o primeiro livro da série Noivas da Semana, escrito pela americana Catherine Bybee e publicado aqui no Brasil pela Verus Editora do Grupo Editorial Record. 

Depois do grande sucesso da série de doze livros Garota do Calendário da Audrey Carlan, o Grupo Editorial Record decidiu trazer mais uma série para o Brasil com o mesmo estilo. Enquanto Garota do Calendário tem a mesma protagonista para cada mês do ano, em Noivas da Semana, a jogada é fazer histórias interligadas brincando com os dias da semana, sem seguir a ordem cronológica. A série é composta por: Casada Até Quarta, Esposa Até Segunda, Noiva Até Sexta, Solteira Até Sábado, Conquistada Até Terça, Seduzida Até Domingo e Encontrada Até Quinta. 

Recebi de forma inesperada da Verus Editora e resolvi me arriscar na leitura, já que gostei muito de outros livros do mesmo gênero. 

“Enquanto o mundo se calava e Blake murmurava palavras doces, Samantha sabia que estava em apuros. Apaixonar-se por seu marido não fazia parte dos seus planos.”


Neste primeiro livro, somos apresentados a Samantha Elliot e Blake Harrison. Samantha é uma jovem mulher bonita e esbelta, dona da agência de casamentos Alliance. A moça sempre teve boas condições, mas depois de alguns vacilos do seu pai, tudo desmoronou. Agora, a Alliance é a sua unica fonte de renda, e de lá que ela tira o dinheiro para pagar mensalmente a clinica onde sua irmã Jordan vive depois do acidente vascular cerebral que ela sofreu,. 

Blake Harrison é um homem bem sucedido, que ralhou para conseguir sua fortuna, porém ele também é filho de um duque inglês que faleceu e deixou no testamento que o filho somente herdaria a fortuna caso estivesse casado antes do seu aniversário de 36 anos. Blake não se importa com a herança do pai, já que conquistou o seu próprio dinheiro, porém abdicar da fortuna, seria deixar sua mãe e irmã desprovidas do conforto que já estão acostumadas, já que seria transferido para um dos seus ambiciosos primos. 

Por isso, Blake precisa arranjar uma esposa, e ficar com ela por um ano. Seu aniversário será na quarta-feira, e ele recorre a agência de casamentos Alliance para estar casado até quarta. O nobre não quer amor, somente um casamento de conveniência que supra as suas necessidades. 

A surpresa acontece quando Blake oferece uma fortuna para casar-se com Samantha, porém a empresária não está na lista de possíveis esposas. Depois de prometer distância corporal, e um seguro de vida para Jordan, Samantha aceita a proposta e assim partem para Las Vegas para oficializar a união. 

A rápida e inesperada união, mexe com os sentimentos dos protagonistas, além de despertar a fúria e o sentimento de abandono das amantes de Blake. O que seria um casamento de fachada, torna-se um luta diária para não ceder e quebrar as cláusulas do contrato (se é que me entendem...). 


O livro Casada Até Quarta me surpreendeu muito já que é um gênero que não estou acostumado a ler. Logo quando chegou, vi que o livro era fininho e abri para conhecer a diagramação. A Catherine, ou a Samantha talvez, me segurou dentro da trama e só consegui fechar o livro, quando ele terminou. 

Uma escrita leve e envolvente, que carrega o leitor entre os dramas de Samantha, até as surpresas que o amor preparou para o casal.  Escrito em terceira pessoa, é uma história para os fãs de romance e chick-lit, e apesar de ter algumas cenas hot, não digo que é o ponto forte da trama. Perfeito para incluir entre leituras densas, e dar boas risadas. 

Nesse livro, Catherine criou uma protagonista forte, que não se deixa influenciar pelo dinheiro, assim como consegue usufruir da oportunidade que lhe foi concedida. Blake se mostra um homem divertido e romântico, além de começar a descobrir o amor, já que suas outras aventuras não passavam de passatempos. 

Indico para todo tipo de leitor, seja homem ou mulher, já que é um história bem rápida e divertida. 

A capa está bem chamativa e bonita, e segue um padrão para toda a série. A revisão está excelente, e a diagramação impecável. A editora Verus caprichou na edição, e já estou muito ansioso para o próximo, que inclusive está minha wishlist de desejados

Espero que tenham gostado, até mais!

Casada Até Quarta Catherine Bybbe
Título: Casada Até Quarta
Autor(a): Catherine Bybee
Editora: Verus
Coleção: Noivas da Semana
Gênero: Romance
Páginas: 196 
Compre: Amazon
Sinopse: Blake Harrison: rico, nobre, charmoso... e precisando de uma esposa até quarta-feira. Para isso, Blake recorre a Sam Elliot, que não é o homem de negócios que ele esperava. Em vez disso, ele encontra Samantha Elliot, linda e exuberante, com a voz mais sexy que ele já ouviu.Samantha Elliot: dona da agência de casamentos Alliance, ela não está no menu de pretendentes... até Blake lhe oferecer milhões de dólares por um contrato de um ano. Não há nada de indecente na proposta dele, e além disso o dinheiro vai ser muito útil para quitar as contas médicas da família dela. Samantha só precisa disfarçar a atração que sente por seu novo marido e evitar a todo custo a cama dele.Mas os beijos ardentes de Blake e seu charme inegável se provam muito difíceis de resistir. Era um contrato de casamento que previa tudo... menos se apaixonar. Agora só resta a Samantha proteger seu coração até que o contrato chegue ao fim.

FOLLOW @isaac.zedecc

Este blog observa a LEI DE DIREITOS AUTORAIS 9.610, DE 19/02/1998, DO GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO. Por favor, não copie o conteúdo deste blog. Os direitos autorais dos textos contido neste blog são propriedade da EQUIPE DO LIVROS & RETICÊNCIAS. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste blog, parcial ou integralmente, é PERMITIDA SOMENTE COM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA por escrito dos titulares dos direitos autorais. Qualquer USO NÃO AUTORIZADO PODE CONSTITUIR UMA VIOLAÇÃO DAS LEIS DE DIREITOS AUTORAIS, das leis de privacidade e das leis das regras de comunicações.
Tecnologia do Blogger.

Postagens Recentes

recentposts

Talvez você goste:

randomposts