[Resenha][carousel][7]

sexta-feira, 17 de março de 2017

|RESENHA| Érica - Larissa Barros Leal

20:37:00
resenha do livro érica TítuloÉrica
Autora: Larissa Barros Leal
Editora: Novo Século
Páginas: 272
SinopseMoscou. Dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos. Cairo. Uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha, arquitetada por integrantes da Ordem das Doze Tribos de Israel. Washington. Na sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Pequim. Um filho procura o pai, há meses desaparecido. Fortaleza. Em uma triste manhã, Érica encontra seus pais mortos... Nessa incrível trama, todas essas histórias se entrelaçam de forma impressionante. E somente Érica, que acaba de descobrir que foi incluída em uma lista negra da Ordem das Doze Tribos de Israel, poderá impedir uma grande desgraça planejada por judeus fundamentalistas, prestes a atingir a todos.

4 estrelas para o livro érica
 Olá, tudo bem por ai? 

A resenha de hoje é um suspense nacional escrito pela Larissa Barros Leal e publicado em 2014 pela Novo Século, através do selo Talentos da Literatura Nacional. 


Érica é uma cearense, de Fortaleza, que é obrigada a abrir os olhos para a vida aos 15 anos de idade... Quando, em uma manhã, a garota descobre que seus pais foram mortos, uma onda de adrenalina percorre o seu corpo, fazendo-a aceitar o posterior convite a participar da agencia de espiões Europol, criada para capacitar e formar grandes agentes mirins. Tudo isso, surpreende a protagonista e o leitor. 

Aliado ao acontecimento em Fortaleza, algumas coisas que interferem na trama, acontecem ao redor do mundo...

Natalie, é filha de um peixe grande na Casa Branca em Washington, por isso ela e seus amigos são sequestrados a fim de serem trocados por informações confidenciais. 
Em Moscou, Ivan e Kátia sobrevivem a um ataque terrorista. 
Na China, o sumiço e aparente morte do pai, levam Chang á se entregar ao cigarro. 
No Egito, a ong Alá no Coração, é obrigada a prestar serviços ocultos para a Ordem das doze tribos de Israel. 
Resenha Érica da autora nacional Larissa Barros Leal publicado novo século
Inicialmente, todas essas informações transformam a mente do leitor em uma bola de neve, mas aos poucos as coisas voltam ao seu lugar, e criamos um mapa mental, que abre os nossos olhos para a complexidade da história.

No decorrer da trama, as histórias vão se ligando, tendo como ponto principal o atividade terrorista planejada pela Ordem das doze tribos de Israel  que atingirá todos os cantos do mundo. 

A ODTI - Ordem das doze tribos de Israel, é uma organização terrorista secreta criada por judeus, que tem planos de vingança contra todo o povo que um dia os desprezaram. Por motivos históricos. sabemos que essa é uma luta sem vencedor, já que os verdadeiros culpados, já se foram... Por este motivo, Érica decide entrar na briga e acabar com essa organização e suas ações. 
corpo do livro érica da autora larissa barros leal publicado pela editora novo seculo
Apesar da inicial confusão de fatos, é destacável a maestria com que a autora escreve. O desfecho da trama é algo muito especifico e surpreendente, onde é impossível não venerar essa garota. 

A capa está muito linda, né? Quando eu vi, foi amor á primeira vista. O livro está com uma qualidade muito boa, em termos de estética e revisão. Ótimo trabalho da editora. 

Érica, com certeza, é um prato cheio para amantes de boa literatura. Uma obra cheia de emoções, surpresas e ação! Você já conhecia a obra? Se interessou? Me conta nos comentários! 

Até mais! 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

|RESENHA| Em nome del rei - A batalha de Alcácer-Quibir - Daniel Vilela

18:06:00
TítuloEm Nome Del Rei – A Batalha De Alcácer-Quibir
Autor: Daniel Vilela
Editora: Giostri
Ano: 2016
Páginas: 98
Sinopse: Trata-se de um livro de mistério, cheio de suspense e aventura. A história se passa em 1578, ano da Batalha de Alcácer-Quibir. Enquanto o soldado cristão Abelardo encontra-se no norte da África a lutar contra muitos inimigos, seu amigo jesuíta Lourenço parte em sua busca. Lugares lendários, como o jardim das Hespérides, eventos sobrenaturais, flashbacks, sonhos enigmáticos e reviravoltas tornam a leitura mágica.


Olá, tudo bom por ai?
Hoje, o livro em debate é a pequena novela literária EM NOME DEL REI – A Batalha de Alcácer-Quibir, escrito por Daniel Vilela, autor do livro Sob o sangue dos hereges - resenha aqui – e publicado em 2016 pela editora Giostri.

Nesta obra, conhecemos o jesuíta Lourenço e o combatente Abelardo. Lourenço recebe a noticia que existia um carta destinada a ele, vinda de Abelardo, que afundou junto com uma embargação, e a partir disso surge a dúvida de Lourenço: Abelardo está vivo ou não? 
Para sanar suas dúvidas, e rever seu amigo, Lourenço parte para o norte da África, onde Abelardo disse que iria na carta. E lá, que Aberlardo está com alguns combatentes, unidos ao Rei Sebastião e Mulei Mohammed, contra o sultão Mulei Moluco, por disputa de trono.

O Rei Sebastião está na cidade de Larache, rodeada por uma grande muralha intransponível, e os soldados que estão com Abelardo, estão fora da cidade, aguardando a ordem do rei. Ao redor da muralha, Aberlardo encontra um local mistico conhecido como Jardim das Hespérides, e lá ele encontra um anjo caído que lhe ajuda a adentar a cidade, por meio de uma entrada secreta. Lá dentro, ele inicia uma sucessão de prazeres, iniciando com uma noitada com algumas escravas em um harém. Porém, ele não esquece dos amigos que estão fora da cidade, e leva a eles suprimentos. 
Jardim das Hespérides 
Os dois seguem, cada um sua jornada, até que chega a grande batalha e o inesperado acontece. 

Daniel Vilela é um historiador e me surpreendeu com acontecimento histórico verídico que eu nunca ouvir falar, e por ter criado uma história a partir de um evento tão desconhecido, ganhou pontos no meu conceito. 

Em nome del Rei é um livro recheado de aventura, ação e eventos históricos. Apesar de ser um livro bem pequeno, é uma leitura rica em detalhes e prende o leitor em cada cena. É importante ressaltar, que o livro se passa no século XVI, portanto, o autor faz uso da linguagem da época, mas nada que um dicionario não resolva, além de que o contexto da frase, em alguns momentos, dispensa o uso do bookgoogle.
O livro é muito bem fundamentado e construído,com certeza, me prenderia por muito mais páginas. A obra tem alguns pequenos erros de digitação, e um bug especifico na palavra "vocês", mas não compromete em nada a leitura. A capa é simples, assim como a diagramação. A qualidade de visualização no momento da leitura está excelente. 

Indico para jovens e adultos, que curtem uma aventura cheia de referencias históricas! E você, o que achou da temática do livro? Deixe nos comentários! 
Até mais! 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Bem-vindos a Darkmout - Os Caçadores de Lendas

10:15:00
Grupo Editorial Novo Conceito publica, com exclusividade no Brasil, livro de estreia da série Darkmouth, escrito pelo irlandês Shane Hegarty
Quem nunca imaginou se tornar alguém lendário? Para Finn, esse seria o último de seus desejos. Em fevereiro, desembarca no país o livro Darkmouth do autor Shane Hegarty, publicado pelo selo #Irado do Grupo Editorial Novo Conceito. Inédita no Brasil, a obra que intitula a série, introduz os leitores numa história cheia de mistérios e fantasia.
Finn é um garoto de doze anos e o único filho de Hugo, um incrível Caçador de Lendas – ou melhor, monstros que se alimentam de humanos. Juntos, pai e filho são encarregados de defender Darkmouth, a última aldeia das Terras Malévolas, contra as invasões das terríveis criaturas que planejam dominar o mundo.
Apesar de Hugo mobilizar seu filho e treiná-lo para se tornar um grande Caçador, Finn não leva muito jeito para a carreira. Na verdade, para desgosto do pai, o garoto não tem a pretensão de ser lendário, ele apenas quer ser um veterinário comum.

“Entretanto, Finn não correu. Ele havia treinado para isso. Nascera para isso. Sabia o que se esperava dele, o que precisava fazer. Além disso, se corresse agora, seu pai ficaria muito decepcionado com ele. De novo.” (p. 15).

Porém, quando o universo de lendas monstruosas ameaça as pessoas próximas a Finn, o garoto esforça-se para se tornar o habilidoso Caçador que nasceu para ser, antes que seja tarde demais. Mesmo que indicado para o público juvenil, Darkmouth é uma aventura para todas as idades e uma história sobre coragem, família, destino e acreditar em si mesmo. 

SOBRE O AUTOR: Shane Hegarty já foi editor de arte do jornal The Irish Times, mas agora se dedica à profissão de escritor. Ele mora na costa leste da Irlanda, em uma cidadezinha que se parece um pouco com Darkmouth, só que não tem monstros.   


sábado, 11 de fevereiro de 2017

|RESENHA| Templo de Gelo - Débora Knitell & Érica Falcão

00:00:00
Título: Templo de Gelo
Autora: Débora Knittel e Érica Falcão
Número de páginas: 240
Ano: 2015
Editora: Solisluna
Compre: AQUI
Sinopse: Holly e Celino, apesar de se amarem, precisam aprender a lidar com as diferenças entre os seus respectivos mundos. Afinal, ela é humana e ele... um anjo.Ao buscar os pertences deixados por John no Museu da Quinta da Boa Vista. Holly conhecerá Pedro, um atraente estudante de arqueologia. Esse encontro reacende o desejo de Holly de fazer a viagem que planejara com John, o falecido pai que ela tanto amava.Quando Celino se afasta de Holly para desvendar um mistério do Mundo Angelical envolvendo Helena, anjo do Templo do Amor, a situação entre ele e Holly piora. Celino precisará da ajuda do anjo Lavínia, que está detida no Templo da Redenção, por ter se aliado a Bérberus, servidor fiel do Senhor das Trevas.Nesta história, amor, lealdade, desejo e traição se entrelaçam, despertando sentimentos que poderão abrir ou selar feridas há muito adormecidas. Cada ser deve fazer sua escolha e o mal pode estar em qualquer lugar... Então, cuidado para não despertá-lo.


 Essa resenha estava na lista de pendências e gostaria de pedir mil desculpas pela demora. 
Olá, tudo legal por ai?

Hoje iremos falar sobre o segundo livro da trilogia Eclipse da Lua Azul, com o titulo de Templo de Gelo - Mundo Angelical. 

Dando sequência ao Eclipse da Lua Azul (leia a resenha AQUI), Holly está em um relacionamento com Celino, porém como já era de se esperar esta relação está cada vez mais tortuosa. Esse casal fica ainda mais vulnerável quando Celino é convocado para uma grande missão no Mundo Angelical, e Pedro, um arqueólogo que trabalhava com John, demostra interesse em Holly e a convida para cumprir o desejo de John de levá-los para Chapada Diamantina. É neste ponto que os capítulos se alternam, ora Celino no Mundo Angelical, ora Holly no Mundo Humano.

Helena, o anjo do amor está aprisionada no núcleo da terra pelo vilão Bérberus, e para salvá-la Celino necessita da ajuda do anjo Lavínia, porém a garota ambiciona pelo poder prometido por Bérberus e negará apoio ao seu irmão, sendo assim, negando apoio a todos da Quinta Hierarquia e das forças do bem.


Este livro focou nos personagens Holly, Celino e Lavínia, do primeiro livro da trilogia, com vagas lembranças de John. Maiara se fez pouco presente, assim como Kami e Atiara que somente apareceram no final da trama. Bérberus foi inserido no enredo, ganhando papel de destaque como vilão. 

Templo de Gelo, foi palco de uma grande evolução das autoras. Nesta obra, percebemos uma grande descrição dos locais onde se passam o livro, e a gente morre de vontade de correr pra lá. Amei conhecer a Chapada Diamantina. 

Nós já conhecemos a personalidade dos protagonistas, porém neste livro descobrimos neles o ciume, traição, maldade, e o desejo, o que torna a trama muito mais apetitosa. Gosto muito de livro com enredo feérico, e assim como o primeiro, Templo de Gelo me agradou demais, e já estou muito ansioso pelas surpresas preparadas para o último livro.


A Solisluna Editora trabalhou bastante na edição, e trouxe um livro cheio de qualidade. A capa retrata muito bem o clímax da obra no mundo angelical lá no Monte Everest, a diagramação está ótima com uma ilustração maravilhosa, assim como a revisão que não deixou a desejar. 

A obra é um prato cheio para amantes de boa fantasia, principalmente se for como eu que adoro anjos, fadas, elfos e todo esse mundo feérico. E você, curte livros com essa pegada? Deixe nos comentários. 


Espero que tenham gostado, até mais! Au revoir! 

sábado, 21 de janeiro de 2017

|RESENHA| Mariana - Ana Rapha Nunes

00:00:00
Capa do livro Mariana da autora Ana Rapha Nunes
Titulo: Mariana 
Autor: Ana Rapha Nunes
Editora: InVerso 
Ano: 2016 
Páginas: 110
Compre AQUI
Sinopse: Mariana é uma menina que vive em uma pequena cidade de Minas Gerais. Passa os seus dias rodeada pela natureza, subindo em árvores, pegando fruta no pé, observando o pôr-do-sol, aproveitando as alegrias da infância. Vai crescendo e sonhando com o mar…No entanto, nem tudo são flores no caminho da menina, que terá de largar sua terra natal e ir com os pais para a cidade de Mariana. Lá surgirão novos amigos, florescerão descobertas e o seu primeiro amor. Mas um mar de lama atravessará o seu destino.A coragem e a determinação serão fundamentais para Mariana que se vê obrigada a crescer de uma hora para outra. Em poucos minutos, a sua vida e a de tanta gente irão virar de cabeça para baixo. O que fará Mariana diante desse novo universo?

Mariana é uma garota comum: feliz, com seus sonhos e seus medos, suas forças e fraquezas. Ela mora em um sitio com sua mãe e seu pai na pequena cidade chamada Timóteo em Minas Gerais. Mariana é muito ligada à família, principalmente, seu primo Bartolomeu, que sempre foi seu melhor amigo. Aos doze anos, com a rotina de subir todos os dias no pé de laranja do vizinho e refletir sobre a vida, certo dia, o mundinho da garota desaba ao receber uma noticia.

Seu pai Etevaldo, recebe uma oportunidade de emprego que ganhará muito mais do que no emprego anterior. Porém, para isso precisam abdicar das suas vidas em Timóteo e partir para Mariana, ainda em Minas Gerais. Com o sonho de conhecer o mar, Mariana parte de Timóteo triste por deixar suas tias e seu primo Bartolomeu, seus amigos e professores e seu pé de laranja, mas ao chegar a sua nova casa, a garota logo faz amizades na sua nova escola, e um garoto logo se apaixona por ela. Porém, um mar de lama afoga os sonhos e perspectivas da garota e de todos os moradores de Mariana.
Resenha do livro ebook Mariana da autora Ana Rapha Nunes

Mariana é um livro muito leve, que ocupa muito bem aquele espaço entre leituras pesadas. Apesar de ser o desfecho do livro, a tragédia de Mariana, com certeza, é o ponto forte da narrativa. Narrado em terceira pessoa, conhecemos o drama e a luta das pessoas que perderam tudo, por conta de um crime. A obra traz uma reflexão a cerca do destino de inúmeras Marianas que perderam família, casa, pertences e tudo neste crime, e pior, que até hoje não tem solução. O livro incita a emoção, ao descrever todas as perdas dos moradores, e leva a surpresa ao mostrar a comoção do Brasil e do mundo perante a tragédia.
E naquele dia Mariana conheceu a força de um mar. Não daquele mar límpido, das águas cristalinas e das ondas, mas de um mar de lama, a levar tudo o que estivesse em seu caminho. Vidas, amores, memórias, tudo era destruído.
O acidente retratado no livro poderia ter sido mais elaborado mesmo sendo um infanto-juvenil. A leitura foi feita em ebook, porém a revisão e diagramação estão ótimas. Li o livro em pouco mais de uma hora, e a leitura correu muito bem. Ana Rapha usou de vocabulário simples, para prender o leitor em um livro mágico, porém simples.

É preciso dizer que, você não vai encontrar um livro cheio de informações técnicas sobre o desastre, nenhuma citada a Vale ou Samarco, ou qualquer coisa do tipo, já que a obra é um YA e deve ser lido como tal.
Breve, irei trazer um post com quotes deste livro, eles são destruidores.😭
Espero que tenham gostado desta resenha, e pode adquirir o livro, que vale super a pena. 

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

|Projeto Social| 5inco Minutos Solidários pelos gatos e cachorros de rua

00:26:00

Olá pessoas, tudo beleza por ai? Recentemente, a Kéfera recebeu uma enxurrada de críticas negativas ao seu vídeo sobre calor, onde ela zombava e fazia brincadeirinhas com o nome de Deus... Errada? Claro!
Porém, fiquei sabendo que a youtuber está apoiando um projeto social que ajuda cachorros e gatos de rua á enfrentarem o verão. Muitos estão dizendo que é tentativa de se redimir pelo vídeo, talvez. Mas, que é bom, é bom!
A Kéfera tem um público imenso, e usar isso a favor dos animais de rua, foi sensacional.


O 5inco Minutos Solidários é um projeto social genérico, que ajuda a quem precisa. Porém, neste verão em parceria com a Projeto Verão Animal, eles lançaram uma campanha, onde se espalha pela cidade, potes de sorvete com ração e água para gatos e cachorros de rua.

Eu achei uma ideia genial, e já vou reproduzir aqui na minha rua. Agora, imagina se cada um decide colocar um pote com água e outro com ração em sua rua, seria esplêndido.


Como foi alertado na fã page, cada um deve ficar responsável pelo(s) seu(s) pote(e) para evitar criadouro do mosquito Aedes aegypti, e claro, evitar que pessoas do mal coloquem algum tipo de veneno na comida. Ah, eles forneceram uma plaquinha para colocar no local, e avisar as pessoas sobre o projeto!


Todo mundo sabe meu amor por gatos e cachorros e, com certeza, vou fazer aqui! Se você decidi fazer também, tira foto e manda para fã page e me marca lá no instagram (@isaac.zedecc). Ficarei feliz, e eternamente agradecido.


Agora, me conta, qual sua relação com animais? Você já ajudou animais de ruas, ou sentiu desejo? Diz nos comentários.

Espero que tenham gostado, e mais ainda, ajudem nossos amiguinhos fofineos <3 

FOLLOW @isaac.zedecc

Este blog observa a LEI DE DIREITOS AUTORAIS 9.610, DE 19/02/1998, DO GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO. Por favor, não copie o conteúdo deste blog. Os direitos autorais dos textos contido neste blog são propriedade da EQUIPE DO LIVROS & RETICÊNCIAS. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste blog, parcial ou integralmente, é PERMITIDA SOMENTE COM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA por escrito dos titulares dos direitos autorais. Qualquer USO NÃO AUTORIZADO PODE CONSTITUIR UMA VIOLAÇÃO DAS LEIS DE DIREITOS AUTORAIS, das leis de privacidade e das leis das regras de comunicações.
Tecnologia do Blogger.

Postagens Recentes

recentposts

Talvez você goste:

randomposts