Páginas

|Resenha| Entre as Estrelas - Katie Khan - Livros & Reticências

|Resenha| Entre as Estrelas - Katie Khan

Foto por: virandoamor.com
Olá, tudo beleza por ai?

Hoje, a resenha é de um livro recebido da editora Bertrand Brasil, do Grupo Editorial Record, que tem como principal tema, um romance futurista, ou a tentativa dele.  

Entre as Estrelas é uma distopia com um quê de romance futurista, escrita por Katie Khan. Publicado em 2017 pelo selo Bertrand Brasil do Grupo Editorial Record, conheceremos os protagonistas Carys e Max em 280 páginas.

O mundo foi devastado por uma guerra que nos afligi, e está prestes a ser iniciada no mundo real. Um grande embate entre as forças americanas, e o arsenal oriental. A grande atual potencial mundial foi completamente dizimada, e apenas a Europa conseguiu sobreviver a esse grande caos, agora chamada de Europia. 

A Europia agora tenta manter o mundo perfeito. As relações pessoais foram reduzidas, e as pessoas vivem em um processo chamado Rotação, onde não conseguem passar mais de três anos na mesma cidade, e também não tem contato constante com seus familiares. Para todos os cidadãos, essa é a melhor forma de vida. 

Carys e Max é um casal recém-formado, que estavam acostumados ao seu modo de viver. 

Carys sempre foi contrária a essa utopia, porém não podia fazer muito coisa, já que ser expulso da Europia significa viver em um deserto de miséria. Max tem laços de sangue com esse sistema, já que seus antepassados fizeram parte da fundação. Os dois trabalham na AEVE - Agência Espacial do Voivoda Europeu, Carys pilota aeronaves e Max é chefe de cozinha da estação espacial. Eles não demoram a se apaixonar, mas a Regra dos Casais não permite esse relacionamento, já que a idade ideal para construção de uma família é 35 anos, e o casal ainda é jovem. Mas, eles não vão desistir desse amor, e após confrontar o conselho de idealistas, são enviados em uma missão espacial na nave Laertes. 

Porém, tudo fica fora de controle quando um acidente acontece no espaço, e eles estão fora da nave Laertes, sem conexão e com apenas 90 minutos de ar. 

Foto por: virandoamor.com
Entre as Estrelas é um livro incrível, que me arrancou do bloqueio que eu estava. Apesar de estar com um pé atrás com os romances, esse me surpreendeu já que não tem nenhuma daquela melosidade comum, mas sim um casal forte que não desiste fácil do seu amor, além de contrair todas as forças contrárias, sendo elas sociedade, governo e família. A autora criou uma ambientação muito interessante, e trouxe características próprias de uma distopia, além de inovar com a inserção de uma fantasia meio cientifica na trama. 

Os flashbacks estão presentes a todo momento na obra, e aos poucos vamos descobrindo as motivações do casal, e o desenrolar das suas atividades no espaço. Além disso, a narrativa se dá em terceira pessoa, alternando entre os protagonistas, e isso foi muito importante para situar o leitor de tudo que estava acontecendo. Muito mais do que um mero entretenimento, esta história trás a possibilidade de reflexão quanto aos rumos que o nosso mundo está tomando, e como todos as guerras e disputas afetam toda a sociedade. 

Apesar de ter uma diagramação singela, a capa me conquistou e eu amei com todas as minhas forças. Além disso, a revisão está ótima, e não encontrei erros comprometedores. 

Espero que tenham gostado! 

Titulo: Entre as Estrelas
Autor: Katie Khan
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 280
Gênero: Distopia
Compre: AMAZON
Sinopse: Um romance futurista surpreendente sobre o impacto do primeiro amor e como nossas escolhas podem mudar o destino de todos ao nosso redor. Perfeito para os fãs Um Dia e Gravidade. Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida - uma decisão impossível nesse novo mundo. Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?

Até mais! 



6 comentários:

  1. Oi Isaac!
    Esse livro já esta na minha lista de desejados, tenho um tombo por distopias e ficção cientifica kkkkkkkkkkkkkkk, mas o maior problema mesmo é minha curiosidade, quero saber como eles se salvam com apenas esse tempo de oxigênio.
    Parabéns pela resenha, esta espetacular.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas ao mesmo tempo em que fiquei curiosa para conhecer Max e Carys, eu fiquei um pouquinho receosa. Até gosto de distopias, mas confesso que prefiro as em que o mundo está mais na miséria do que tendo espaçonaves e coisas do tipo...haha' - weird. Quem sabe eu o leia um dia, mas acho que não o faria agora *-*
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Esse parece ser um daqueles romances que o autor consegue jogar ficção científica e ainda nos deixar surpresos com o desenrolar dos personagens.
    Gostei bastante da forma como ele usou sentimentos do casal.
    Acho que seria uma boa leitura a realizar. A capa está muito linda.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  4. oi!
    Adorei a capa do livro ,3 é linda, e gosto de livros com esta temática. Já coloquei na lista de leitura ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Oi Isaac!
    Acho que estou precisando ler um livro assim, ando numa ressaca praticamente incurável! A capa é muito linda, só por ela eu daria uma chance ao livro, mas o enredo é de tirar o fôlego. Dica anotada!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. O livro realmente parece ser muito bom ,já vou anotar o nome.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! :)

Deixe seu link, quero ver o seu blog!
Abraços *-*